A SAGA CONTINUA; Paralisação no transporte coletivo prejudica 40 mil pessoas


Aproximadamente 40 mil pessoas que dependem do transporte público foram prejudicadas no início da manhã desta segunda-feira (27) por causa de uma paralisação dos funcionários da empresa Viação São Pedro, situada no bairro Redenção, Zona Centro-Oeste. A retenção dos coletivos começou por volta das 4h30 da manhã.

O ato teve o apoio do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM). A reclamação dos funcionários é contra o fim da compensação de horas e feriados, que passou a ser proibida pelas empresas a partir do novo acordo coletivo da categoria.

Às 6h os carros da empresa começaram a deixar as garagens e a operação das linhas foi restabelecida. O movimento paredista não foi comunicado nem à prefeitura, nem ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram).

A empresa São Pedro opera 20 linhas com 128 carros, e atende em média, nas primeiras horas da manhã, 40 mil pessoas nas Zonas Oeste e Centro-Oeste. O restante dos veículos está retido na garagem.

FONTE: PORTAL EM TEMPO