Violência toma conta do Centro e preocupa moradores e comerciantes


“O nosso Centro está tomado por bandidos e usuários de drogas. Ninguém pode andar tranquilo. Nós, cidadãos de bem, estamos cansados de ter que nos trancar, nos esconder. Os papéis estão trocados”. O desabafo é do comerciante Marcelo Rouvier, 48, que mora e trabalha no Centro de Manaus há 14 anos e de 10 anos para cá, perdeu as contas de quantas vezes teve a casa e o carro arrombados e furtados.

Nas principais ruas no Centro, é notório o que a falta de segurança tem feito. Os frequentadores andarem o tempo todo apreensivos, com medo. Já os comerciantes e ambulantes precisam conviver diariamente tendo que dividir espaço com criminosos e usuários de drogas.

“Trabalho aqui há 20 anos e vivo na pele o que a falta de policiamento faz. Já tive minha banda furtada algumas vezes e já fui testemunha de várias furtos e robôs que ocorrem à luz do dia. Os bandidos não tem medo, pois sabem que não há repressão. Todos os dias pessoas são vítimas da atual situação do nosso sistema de segurança”, disse o comerciante Joaquim Bento, 61, que tem uma banca de revistas em uma das ruas mais movimentadas.

A situação é vista com preocupação tanto pela população, quanto pelas autoridades de segurança do Estado, que a partir de hoje reativa a dupla de policiais militares “Cosme e Damião”, que estava extinta há cerca de dois anos.

FONTE: PORTAL ACRÍTICA