Ação conjunta resulta na prisão de dupla com armas e drogas em Careiro Castanho

February 24, 2017

 

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 34ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Careiro Castanho, sob o comando do delegado titular da unidade policial, Danniel Antony, prendeu em flagrante, na noite de quarta-feira, dia 22, por volta das 23h, com o apoio de policiais militares que atuam no lugar, Fernando Gomes Dias, 28, e Samuel Monteiro dos Santos, 25, envolvidos com o tráfico de drogas naquele município, distante 102 quilômetros em linha reta de Manaus.

 

De acordo com o titular da unidade policial, Fernando e Samuel foram interceptados em uma residência localizada na Rua Três, bairro da Paz, em Careiro Castanho.  Com a dupla os policiais apreenderam um revólver calibre 38 com cinco munições intactas, uma garrucha calibre 28 com duas munições, 320 gramas de oxi, 200 gramas de maconha, 130 gramas de pasta base, sete trouxinhas de cocaína, cinco trouxinhas de oxi, uma balança de precisão, uma tesoura, linha e sacos plásticos utilizados para embalar as substâncias ilícitas.  

 

Antony informou que a dupla já estava sendo investigada por tráfico de drogas e é suspeita de ter envolvimento em homicídio ocorrido no lugar em janeiro deste ano. “Recebemos denúncia informando que Samuel e Fernando estavam em uma casa e que estariam utilizando o imóvel como ponto de comercialização de drogas. Quando chegamos ao endereço indicado encontramos as armas, as drogas e os instrumentos. Ao notarem a presença da polícia no local os infratores ainda tentaram empreender fuga pelo forro da residência”, explicou o delegado.

 

Segundo o titular da 34ª DIP, Samuel ainda tentou enganar os policiais ao tentar se passar por um irmão dele. A farsa foi descoberta durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp).  “Ele queria esconder os processos criminais que responde. Samuel já tem passagem pela polícia por homicídio, tráfico de drogas e receptação. Já Fernando havia sido preso por tráfico de drogas e estava em liberdade desde dezembro de 2016. Ele chegou a oferecer R$ 5 mil para que nós o liberássemos, complicando ainda mais a situação dele”, declarou Antony.     

 

Samuel e Fernando foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de uso permitido.

 

Samuel irá responder, ainda, por falsidade ideológica e Fernando por corrupção ativa. Eles seguem presos na carceragem da 34ª DIP, à disposição da Justiça.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now