Rodoviários fazem paralisação ilegal e colocam só 30% da frota nas ruas

February 21, 2017

 

As empresas de ônibus de Manaus paralisaram suas atividades na manhã desta terça-feira. Somente 30% da frota está funcionando, conforme o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), afetando passageiros de todas as zonas de Manaus.

 

A paralisação é a segunda realizada este ano. Na primeira, realizada em 17 de janeiro deste ano, paralisou 100% da frota e afetou cerca de 500 mil usuários ao longo de todo o dia.  Após a paralisação, os empresários conseguiram junto à Prefeitura de Manaus um reajuste na tarifa, que está em R$ 3,30. 

 

Em nota, o Sinetram informou que "foi pego de surpresa com a paralisação ocorrida na manhã desta terça-feira (21), portanto não sabe as causas da mesma".  De acordo com o órgão, apenas 30% da frota de todas as empresas está operando, com cerca de 400 carros dos 1350 que operam diariamente. 

 

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir Oliveira, afirmou, às 8h desta terça-feira, que 50% da frota já estava em funcionamento. Segundo ele, que ficou na porta da garagem da empresa Global Green, na zona Leste de Manaus, a paralisação foi organizada pela própria categoria, cobrando o pagamento de parte do salário pago na metade do mês, o 'vale'. Segundo o sindicalista, o valor deveria ter sido pago ontem, mas isso não ocorreu. A paralisação, segundo Givannci, ocorreu também por conta do dissídio coletivo do ano passado, que ainda está em discussão na Justiça do Trabalho. "Não sabemos que horas o sistema retornará a funcionar".  

 

FONTE: ACRITICA

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now