'Não consegue dormir', diz avô de criança vítima de incêndio no AM

February 8, 2017

Uma criança de cinco anos continua internada após um incêndio em uma casa no município de Novo Aripuanã, a 227 km de Manaus. Segundo familiares, Marlon Buzaglo Campos teve queimaduras pelo corpo, mas está fora de perigo. Na noite desta terça-feira (7), a mulher suspeita de colocar fogo na casa foi transferida a um hospital na capital após populares atearem fogo na delegacia do município.

 

 

 

De acordo com o avô de Marlon, Ailton Campos, de 47 anos, a criança está internada na Policlínica Codajás, no bairro Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul da capital.

 

 

“O quadro dele é estável. Ele está acompanhado de uma tia, e eles estão aguardando para receber atendimento psicológico, ele não consegue dormir”, informou o avô. Marlon ainda não tem previsão de alta e deve realizar alguns exames, segundo o familiar.

 

Além de Marlon, Ana Vitória Castro Couto, de nove meses, segue internada no Pronto-Socorro da Criança, no bairro Compensa, Zona Oeste da capital.

 

Durante a tarde desta terça, centenas de moradores da cidade invadiram a sede da 73ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) e colocaram fogo em partes do prédio. O objetivo era atingir a suspeita, que foi presa.

 

 

A mulher foi transferida para Manaus com ferimentos e queimaduras pelo corpo. Ela foi encaminhada ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto.

 

Entenda o caso

Um incêndio ocorrido na última segunda-feira (6) deixou uma criança de dois anos morta no município de Novo Aripuanã, interior do Amazonas. De acordo com informações repassadas pela polícia, uma mulher de 30 anos foi detida suspeita de atear fogo na residência.

 

 

Segundo testemunhas, a mulher invadiu e ateou fogo em uma parte da casa onde estavam sete pessoas, entre elas, três crianças. As vítimas tiveram diversas queimaduras pelo corpo.

 

A criança de dois anos chegou a ser transferida para Manaus, mas não resistiu e morreu no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, em consequência das queimaduras.

 

FONTE: PORTAL G1

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now