"Repondo a verdade que o Grupo Diário escamoteia"Diz Afonso Lobo

January 30, 2017

 

A “Rede Diário de Comunicação” persiste em sua campanha de desinformar e confundir, manipulando fatos e gerando desinformação, na ânsia de denegrir minha imagem. Se pensam que deixarei de repor a verdade só por eu ter concluído a etapa de minha vida profissional como Secretário de Fazenda, enganam-se. Mais tempo tenho para desmistificar a farsa, eivada de incompetência jornalística.

O último texto, neste domingo, 29 de janeiro, no jornal Diário do Amazonas, tem o título "Com Lobo, Sefaz beneficiou setor de petróleo e gás". Vamos repor a verdade, fazendo os necessários esclarecimentos que o pasquim não fez. E começo de trás para a frente, já que é clara a intenção do Grupo Diário, mais uma vez, de tentar me difamar com o recorte de informações:

 

1. Foi na minha gestão como secretário da Fazenda que o Estado do Amazonas fez histórica recuperação de recursos justamente junto ao setor de petróleo e gás;

 

2. Em 2016, trabalho em que me envolvi pessoalmente, conseguimos, em conjunto com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), recuperar R$ 550 milhões em valores devidos pela Petrobras, a título de ICMS, referentes as operações de produção, refino e comercialização de petróleo e gás no Amazonas; 

 

3. Também em 2016, conseguimos recuperar para os cofres públicos do Estado do Amazonas, R$ 87 milhões de depósitos judiciais de royalties do gás natural explorado pela Petrobras em nosso Estado. Provamos, reitero aqui, com trabalho por mim iniciado e acompanhado até o fim, que a fórmula que a Petrobras usava para recolher os royalties dos gás natural ao Amazonas era injusta e incorreta. Esse foi um trabalho de anos, que demandou estudos, viagens e muito empenho técnico;

 

4. O Amazonas sabe, ainda, que na minha gestão, somente em 2016, conseguimos, com um intenso trabalho de todo o corpo técnico da Sefaz e da PGE, gerar R$ 1,250 bilhão aos cofres públicos em receitas extraordinárias. Valor que se revelou vital para ajudar o Estado a atravessar a crise econômica, sem atraso de pagamento do funcionalismo, repasse aos poderes e pagamento de dívidas em dia, assim como a quitação de praticamente toda a dívida com fornecedores;

 

5. Diante dos fatos, o Grupo Diário quer insinuar que eu poderia ter beneficiado a Petrobras com qualquer medida?;

 

6. Nenhum favor indevido foi concedido à petroleira estatal. Os procedimentos adotados estão previstos e foram adotados dentro da mais absoluta legalidade, observado o devido processo legal. As resoluções, que têm base legal, atenderam a processos instruídos na Sefaz, evidentemente protocolados pelo contribuinte interessado e passaram por toda a análise técnica interna, independe da ação do Secretário da Fazenda que não interfere, nem interferiu. Trata-se de assunto técnico de rotina, devidamente analisado e com legalidade atestada ao longo de todo o processo administrativo, cabendo ao Secretário a última análise e, em não havendo óbices, apenas assinar o ato legal;

 

7. A previsão para o procedimento encontra-se disciplinada Art. 107, Parágrafo 6º. do Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto 20.686/99;

 

8. Cada resolução, e não poderia ser diferente, traz a sua justificativa, evidentemente, e o respectivo embasamento legal.

 

Reafirmo. É ato técnico fundamentado nas circunstâncias específicas do regulamento, sem qualquer dano ao erário público.

 

Mas isso não importa. A intenção do Grupo Diário é confundir e desinformar. Esquecem os rabiscadores de texto daquele pasquim que hoje não mais persistem os monopólios de informação. A informação flui de maneira absolutamente livre nessa plêiade ampliada de meios de comunicação, que incluem colunas, blogs e redes sociais. Não é mais possível manter uma mentira ou desinformação, o que se tentou hoje, por tanto tempo.

 

À sociedade já esclareci, inclusive em carta aberta, os motivos desta que é uma clara tentativa de perseguição por ter contrariado interesses econômicos da Rede Diário de Comunicação enquanto Secretário de Fazenda. 

 

Afonso Lobo Moraes

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now